BLOG

imagem tag

TAG – Transtorno de Ansiedade Generalizada

Marcos Alexandre Margotti Izé
Psicólogo – CRP 12/15412
(48) 99942-0718
marcosmargotti@hotmail.com

   Ansiedade é um sentimento comum, como vários outros sintomas que aparecem nas situações do dia a dia na vida das pessoas. Normalmente ela aparece frente a novos desafios, ou novas situações na vida dos indivíduos. Até certo ponto ela é considerada um sentimento normal. Já falamos em outro artigo publicado recentemente sobre ansiedade e seus desdobramentos na vida das pessoas. Porém ao falar sobre esse sentimento é preciso se atentar também a um diagnóstico cada vez mais comum as pessoas. Falamos da TAG – Transtorno de Ansiedade Generalizada, que pode se desdobrar a partir de um conjunto de fatores. Não há uma idade específica para ela surgir, porém é comum seu surgimento na idade adulta juntamente com o enfrentamento de situações estressantes do dia a dia.

   Segundo a medicina e a psiquiatria, a TAG não possui uma causa específica e é considerada uma doença cada vez mais comum na população, juntamente a ansiedade que acomete milhões de pessoas em todo o mundo. Acredita-se também que ela possui relação direta com alterações de alguns neurotransmissores, como a serotonina e dopamina, tal como fatores sociais, genéticos e situações de estresse do dia a dia. Normalmente seu diagnóstico ocorre por consulta médica, a partir da investigação dos sintomas recorrentes apresentados pelo paciente e não há como estipular um tempo exato para seu tratamento ou cura.

   Dificuldade de concentração, fadiga, irritabilidade, alterações de sono (Problemas para adormecer ou para permanecer dormindo, e um sono que raramente promove descanso, pesadelos), inquietação, mudanças do comportamento alimentar (Ganho ou perda de peso e apetite), tonturas, sentimentos de desmaio, suor excessivo, ansiedade severa, mudanças bruscas de humor, pensamentos insistentes e recorrentes, medo, hipervigilância, sofrimento emocional e ataques de pânico são os sintomas mais comuns no diagnóstico da TAG. Normalmente a TAG é diagnosticada quando os sintomas passam a impossibilitar o paciente de realizar atividades normais no seu quotidiano, como ir ou permanecer no trabalho ou afetar sua relação com amigos e familiares. Normalmente na TAG esses sintomas aparecem quando a ansiedade se apresenta de forma demasiada, que faz com que o sujeito já não tenha mais controle de seus pensamentos no momento de crise.

   Seu tratamento normalmente ocorre por uma combinação de medicação com psicoterapia, com o objetivo de aliviar os sintomas e levar o paciente a refletir a respeito de sua história de vida, e as variáveis que contribuíram para seu diagnóstico.

   Porém, é necessário nos atentarmos para além do diagnóstico. O Brasil hoje se apresenta como recordista em casos de diagnóstico de ansiedade, por isso é necessário se questionar o porquê dessas estatísticas. Quando falamos em transtornos, falamos em personalidade, por isso não é possível estipular tempo para tratamento e cura do paciente. É necessário compreender que cada processo ocorre de forma diferente, por isso as evoluções aconteceram a partir do tempo e da compreensão do indivíduo sobre seu processo psicológico.

   Quando investigado as variáveis da constituição e diagnóstico da TAG – Transtorno de Ansiedade Generalizada, em muitos casos é possível perceber uma grande parcela de variáveis psicológicas para construção do diagnóstico. A ansiedade enquanto sintoma, muitas vezes se faz presente, junto de crenças e outros sintomas que se apresentam a algum tempo na vida do indivíduo. A psicoterapia por sua vez, cumpre o papel de trabalhar e ressignificar sentimentos, crenças e pensamentos, para promover maior qualidade de vida e mudança na vida do paciente.

   Você possui alguma dúvida ou curiosidade sobre algum tema em psicologia que gostaria que fosse abordado neste espaço? Dúvidas ou sugestões podem ser enviadas para o e-mail marcosmargotti@hotmail.com

 

Comente o Post
Post Relacionados