BLOG

Trekking Cânion Espraiado

Nossa aventura começa na Pedra da Águia, onde deixamos o carro. Antes já havíamos subido a Serra do Corvo Branco e descemos em direção a Urubici   “uru” – pássaro; “bici” – liso ou lustroso. Andamos por três quilômetros até entrar em uma estrada de chão à direita. Andados mais 1,5 km e chegamos ao estacionamento da pedra da Águia. Pago os 30,00 reais de estacionamento iniciamos a subida de aproximadamente 10 km por estrada que em sua grande parte só passa veículo 4×4. Metade do caminho fomos acompanhados pelo rio Canoas e todo o trajeto pelo “Peto” nome que dei ao cachorro que nos guiou até o Cânion.

Foi subido e subido e subido sem grandes paisagens a nossa volta, apenas morros e uma estrada cercada de mato. Duas horas e meia depois chegamos a uma bifurcação que dizia que a Vista 1 do Cânion estava a alguns metros, depois disso subimos mais um pequeno morro e fomos agraciados pela beleza da paisagem. O Cânion apareceu lá em baixo inteirinho em nossa frente, mas ainda não tínhamos chegado até o Camping que ficava a mais 2 km da li, foi a parte pior do trajeto, pois tinha muito barro por conta dos carros 4×4 que passam ali.

Meia hora depois chegamos ao Camping que tinha banheiros com chuveiro, lanchonete e Pub, o que nos deixou muito felizes por poder tomar uma cerveja gelada nas montanhas. Optamos pelo acampamento selvagem longe da música alta e gritaria que rolou durante a noite no Camping, foi tão alto que podíamos escutar a 1 km de distância. O Cânion é realmente assustador pela sua beleza e imensidão, fizemos um lanche na beira do Cânion e fomos procurar um lugar para acampar.

 Acampamento feito foi hora de aproveitar. Música na JBL, vinho, fogueira, churrasco, pinhão e sopa bem quente foi o cardápio para repor as energias que perdemos na subida e nos preparar para a decida do outro dia.

Neste momento gravamos um podcast que você pode escutar clicando aqui. https://open.spotify.com/episode/5da8J1xpIKEY22DFYv1mTz?si=PFsFhTokSKypNauCoPpkLQ

A noite foi fria e de vento forte, escutei relatos de barracas que quebraram por estarem muito próximo ao Cânion. A nossa ficou intacta, fizemos o café da manhã dentro da barraca por o vento estar muito forte. Saímos para arrumar as coisas, tudo pronto, começamos a descer. Fizemos trajeto de volta em duas horas acompanhados por outro cachorro. E saímos para conhecer pontos turísticos de Urubici.

Valores.

R$ 30,00 – Estacionamento Pedra da Águia

R$ 50,00 – Camping

R$ 30,00 – Visitação

Agendar com antecedência no número: Whatsapp 49 99171-2500 (Carlise)

Foto destaque: Dreampass

Comente o Post
Post Relacionados